Inicio > Mis eListas > humboldt > Mensajes

 Índice de Mensajes 
 Mensajes 2861 al 2880 
AsuntoAutor
313/04 - BECAS 200 Humboldt
314/04 - DESOCUPAC Humboldt
315/04 - CONVOCATO Humboldt
316/04 - BOLETÍN G Humboldt
(sin asunto) jsgeo
317/04 - SEMINARI Humboldt
318/04 - " La elev Humboldt
319/04 - Transgéni Humboldt
320/04 - ALCA: Mai Humboldt
321/04 - Neolibera Humboldt
V CONGRESO VENEZOL Luis San
322/04 - Seminario Humboldt
CURSO METODOLOGIA Institut
Ref. 318/04 - “La Humboldt
323/04 - MAESTRIA Humboldt
324/04 - PARTICIPA Humboldt
325/04 - CONFERENC Humboldt
326/04 - Choque de Humboldt
327/04 - Soberbia Humboldt
Busqueda-Relevamie VDC
 << 20 ant. | 20 sig. >>
 
Noticias del Cehu
Página principal    Mensajes | Enviar Mensaje | Ficheros | Datos | Encuestas | Eventos | Mis Preferencias

Mostrando mensaje 3075     < Anterior | Siguiente >
Responder a este mensaje
Asunto:NoticiasdelCeHu 320/04 - ALCA: Mais uma vez, o impasse
Fecha:Jueves, 11 de Marzo, 2004  13:31:18 (-0300)
Autor:Humboldt <humboldt @............ar>

NCeHu 320/04
 

 
Compas, Convivas, Consortes,

Segue algo mais para o nosso respiro. Participe do Comitê da Campanha Contra  mais próximo do seu dia-a-dia! Em BH, informe-se no Sindicato dos Economistas de Minas Gerais (31)32610-5806 (Diana ou Dirlene).

Aquele Abraço Graúna!

William.
--------------------------------------------------------------------------------
   
PARA DIVULGAÇÃO IMEDIATA


                                                    ALCA: Mais uma vez, o impasse

 

A Aliança Social Continental e a Campanha Brasileira contra a ALCA apontam em nota à imprensa que a persistência do impasse nas negociações da Área de Livre Comércio das Américas é perfeitamente compreensível diante da conjuntura política dos países, envolvidos em disputas eleitorais, e da pressão que vem sofrendo os governos para que não aceitem acordos temerários ao conjunto da sociedade. Leia a íntegra da nota:
 
O adiamento hoje, em Buenos Aires, da conclusão da XVII Reunião do Comitê de Negociações Comerciais da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA), marcada para a próxima semana depois de ter sido iniciada e suspensa na primeira semana de fevereiro deste ano, mostra que permanece o quadro de impasse entre as principais posições postas sobre a mesa de negociação até agora, e que é cada vez mais difícil contorná-lo na atual conjuntura política.

A raiz do impasse segue sendo a pressão do grupo de países capitaneados pelos Estados Unidos para que o Mercosul aceite fazer concessões reais em temas como serviços, investimentos, propriedade intelectual e compras governamentais, em troca de concessões virtuais nos temas de acesso a mercados, e particularmente agricultura. Virtuais porque, na prática, e até em função do calendário eleitoral norte-americano, os EUA não estão dispostos a fazer concessões reais neste momento.

O impasse por si só não pode ser considerado uma vitória, uma vez que ele não significa o fim das negociações. Mas o novo adiamento da conclusão deste CNC de Puebla prova que não apenas os movimentos sociais têm feito avaliações corretas a respeito dos riscos de um acordo como a ALCA, como também a pressão exercida por eles tem resultado em uma desconstrução do plano norte-americano de liberalização econômica.

Entretanto, a sociedade civil em todo o continente deve seguir pressionando os governos, que deveriam representar o interesse do conjunto da população e não fazer concessões que beneficiem os negócios das grandes corporações. Mais uma vez, é preciso estar atento às pressões para fazer as negociações andarem no sentido e ritmo proposto pelo bloco encabeçado pelos EUA, pois isto significa abdicar da possibilidade de um desenvolvimento sustentado e soberano, do crescimento em longo prazo, dos empregos e da distribuição de renda, em troca do atendimento aos desejos (e a garantia de ganhos) de uns poucos setores da sociedade.

Convocamos todas as organizações da sociedade civil no continente a continuar exercendo a pressão que até agora tem se mostrado eficiente, denunciando os termos da negociação em curso e impedindo a conclusão da ALCA.

_________________________

Mais informações:

Cristina Charão -
cristinach@ig.com.br
55 11 2108-9129 / 55 11 9399-0558

De la Listageografía/Brasil, 11/3/04.