Inicio > Mis eListas > humboldt > Mensajes

 Índice de Mensajes 
 Mensajes 16999 al 17018 
AsuntoAutor
213/15 - Congreso Noticias
=?UTF-8?Q?214/15_- Noticias
=?UTF-8?Q?215/15_- Noticias
=?UTF-8?Q?216/15_- Noticias
217/15 - Convocato Noticias
218/15 (Registrati Noticias
=?UTF-8?Q?219/15_- Noticias
=?UTF-8?Q?220/15_- Noticias
221/15 - LLAMADO Noticias
222/15 - LLAMADO Noticias
=?UTF-8?Q?223/15_- Noticias
=?UTF-8?Q?224/15_- Noticias
=?UTF-8?Q?225/15_- Noticias
226/15 - Curso int Noticias
=?UTF-8?Q?227/15_- Noticias
228/15 - MASACRE S Noticias
=?UTF-8?Q?Rv:__con Jesica V
229/15 - FALTAN 10 Noticias
230/15 - El Papa F Noticias
231/15 - Grécia: D Noticias
 << 20 ant. | 20 sig. >>
 
Noticias del Cehu
Página principal    Mensajes | Enviar Mensaje | Ficheros | Datos | Encuestas | Eventos | Mis Preferencias

Mostrando mensaje 17356     < Anterior | Siguiente >
Responder a este mensaje
Asunto:NoticiasdelCeHu 247/15 - AS DIFERENCAS ENTRE OS PRODUTORES DE TABACO DO 1° E 2° DISTRITOS: MUNICIPIO DE CANGUÇU, RIO GRA NDE DO SUL BRASIL
Fecha:Sabado, 4 de Julio, 2015  15:38:40 (-0300)
Autor:Noticias del CeHu <noticias @..............org>

NCeHu 247/15
 
 

AS DIFERENCAS ENTRE OS PRODUTORES DE TABACO DO 1° E 2° DISTRITOS: MUNICIPIO DE CANGUÇU, RIO GRANDE DO SUL BRASIL[1].

 

DUTRA, Éder Jardel da Silva[2],

Doutorando em Geografia

FONTOURA, Luiz Fernando Mazzini[3],

Doutor em Geografia

Universidade Federal do Rio Grande do Sul- UFRGS

Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil

 

Resumo: O artigo destaca a produção de fumo no município de Canguçu, e a existência de diferentes tipos de produtores. Desta forma, o recorte temporal foi estabelecido nos últimos 30 anos, e o espacial no 1° e 2° distritos. Para tal as 15 entrevistas junto aos produtores de fumo cumpriu o principio da saturação da amostra. O questionário semi estruturado com questões abertas evidenciou uma serie de particularidades, em especial a visão dos produtores sobre o cultivo do tabaco e a continuidade da família no meio rural. A produção de fumo no município de Canguçu desenvolve-se sob os condicionantes do sistema integrado de produção, operacionalizado por empresas de grande porte e de origem estrangeira, como: a) Philips Morris International Brazil; b) CTA - Continental Tobaccos Alliance S/A – Brasil; c) JTI - Japan Tobacco International; d) Universal Leaf Tabacos Ltda e e) Souza Cruz, entre outros grupos. Como reflexo da aplicação de capitais, nos últimos 30 anos houve mudanças no contexto da fumicultura. A partir do método de pesquisa foram identificados na área de estudo, cinco tipos de produtores, quais sejam: i) produtores com larga trajetória na atividade (antigos ou tradicionais); ii) produtores que ingressaram a partir dos anos 2000 (novos); iii) produtores reconvertidos, iv) produtores que não estão vinculados as empresas fumageiras e por fim v) produtores orgânicos.  A diferenciação se dá em um universo restrito de produtores de fumo, como uma das conseqüências da aplicação de capitais no universo da agricultura familiar. Com a consolidação dos sistemas integrados de produção, o cultivo de fumo tornou-se a principal fonte geradora de renda no meio rural, mas também com reflexos no meio urbano. Isto implica, que as dinâmicas próprias da atividade fumageira, condicionem a interação campo cidade. O aumento da renda do produtor, e as peculiaridades da atividade, tem possibilitado a abertura de uma serie de empreendimentos comerciais na cidade de Canguçu, como: agencias bancarias, escritórios, lojas de materiais específicos para a fumicultura, entre outros, que buscam desenvolver suas atividades no município.  A consolidação da fumicultura no município de Canguçu é, portanto, um processo em desenvolvimento, com algumas tendências visíveis, por exemplo, a inserção das unidades familiares de produção nas dinâmicas da economia capitalista e das relações internacionais de produção, mas ao mesmo tempo outros desdobramentos carecem de analise e estudos aprofundados.

              

 



[1] Trabalho desenvolvido para o XVII, Encuentro Internacional Humboldt a ser realizado na cidade Goiana de Pirenópolis e designado para o eixo geografia rural.     

[2] Bolsista Capes e Doutorando em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

[3] Professor do Programa de Pós- Graduação em Geografia da UFRGS.

 


Esta ponencia será presentada durante el XVII Encuentro Internacional Humboldt, a realizarse en Pirenópolis - Goiás - entre el 14 y el 18 de setiembre de 2015.






El software de antivirus Avast ha analizado este correo electrónico en busca de virus.
www.avast.com