Inicio > Mis eListas > humboldt > Mensajes

 Índice de Mensajes 
 Mensajes 11861 al 11880 
AsuntoAutor
396/10 - GOVERNO E Noticias
Re: NoticiasdelCeH Jeronimo
Reunión con Cristi Jeronimo
Re: NoticiasdelCeH Pablo Si
397/10 - NEOLIBERA Noticias
Re: NoticiasdelCeH Pablo Si
Re: NoticiasdelCeH José Mon
399/10 - Por que e Noticias
398/10 - XI Encuen Noticias
Re: NoticiasdelCeH Jeronimo
400/10 - IRÁN RODE Noticias
401/10 - INDÚSTRIA Noticias
RE: Notici asdelCe silvana
Re: NoticiasdelCeH abarsky
Re: NoticiasdelCeH José Mon
RE: Notici asdelCe felipe r
Derechos Humanos e Jeronimo
Re: NoticiasdelCeH Eliana G
Re: NoticiasdelCeH Juan Ped
402/10 - Asociativ Noticias
 << 20 ant. | 20 sig. >>
 
Noticias del Cehu
Página principal    Mensajes | Enviar Mensaje | Ficheros | Datos | Encuestas | Eventos | Mis Preferencias

Mostrando mensaje 12123     < Anterior | Siguiente >
Responder a este mensaje
Asunto:NoticiasdelCeHu 399/10 - Por que estudar Geografia? (José William Ve sentini)
Fecha:Miercoles, 6 de Octubre, 2010  23:26:53 (-0300)
Autor:Noticias del CeHu <noticias @..............org>

NCeHu 399/10
 
Por que estudar Geografia?
Texto de José William Vesentini
Lista de Geografía / Brasil
 
 
Estudar geografia é uma forma de compreender o mundo em que vivemos. Por meio desse estudo, podemos entender melhor o local em que moramos (seja uma cidade, seja uma área rural) e o nosso país, assim como os demais países. O campo de preocupações da geografia é o espaço da sociedade humana, onde homens e mulheres vivem e, ao mesmo tempo, produzemmodificações que o (re)constroem permanentemente. Indústrias, cidades, agricultura, rios,solos,climas,populações: todos esses elementos, além de outros, constituem o espaço geográfico, isto é, o meio ou a realidade material em que a humanidade vive e do qual é parte
integrante.

Tudo nesse espaço depende do ser humano e da natureza. Esta última é fonte primeira de todo o mundo real. A água, a madeira, o petróleo, o ferro, o cimento e todas as outras coisas que existem nada mais são do que aspectos da natureza. Mas o ser humano reelabora esses elementos naturais ao fabricar o plástico utilizando o petróleo, ao represar rios e construir usinas hidrelétricas, ao aterrar pântanos e edificar cidades, ao inventar velozes aviões para encurtar as distâncias. Assim, o espaço geográfico não é apenas o local de morada da sociedade da sociedade humana, mas principalmente uma realidade que é a cada momento (re)construída pela atividade do ser humano.

As modificações que a sociedade humana produz em seu espaço são hoje mais intensas que no passado. Tudo o que nos rodeia se transforma rapidamente. Com a interligação entre todas as partes do globo e com o desenvolvimento dos transportes e das comunicações, passa a existir um mundo cada vez mais unitário. Pode-se dizer que, em nosso planeta, há uma única sociedade humana, embora seja uma sociedade plena de desigualdades e diversidades. Os “mundos” ou sociedades isoladas, que viviam sem manter relações com o restante da humanidade, cederam lugar ao espaço global da sociedade moderna.

Na atualidade, não existe nenhum país que não dependa dos demais, seja para o suprimento de parte das suas necessidades materiais, seja pela internacionalização da tecnologia, da arte, dos valores, da cultura. Uma guerra civil, fortes geadas com perdas agrícolas, a construção de um novo tipo de computador, a descoberta de enormes jazidas petrolíferas, enfim, um acontecimento importante que ocorra numa parte qualquer da superfície terrestre provoca repercussões em todo o conjunto do globo. Muito do que acontece em áreas distantes acaba nos afetando de uma forma ou de outra, mesmo que não tenhamos consciência disso. Não vivemos mais em aldeias relativamente independentes, como nossos antepassados longínquos, mas num mundo interdependente e no qual as transformações se sucedem numa velocidade acelerada.

Para nos posicionarmos inteligentemente em relação a este mundo, temos de conhecê-lo bem. Para nele vivermos de forma consciente e crítica, devemos estudar os seus fundamentos, desvendar os seus mecanismos. Ser cidadão pleno em nossa época significa antes de tudo estar integrado criticamente na sociedade, participando de maneira ativa de suas transformações. Para isso devemos refletir sobre o nosso mundo, compreendendo-o do âmbito local até os âmbitos nacional e planetário. E a geografia é um instrumento indispensável para empreendermos essa reflexão, que deve ser a base da nossa atuação no mundo.

Fonte: Vesentini, J. W. /Geografia geral e do Brasil/. São Paulo: Ática,
2008. (V. único - Livro do professor)

VISÃO GEOGRÁFICA
Cuiabá/MT
http://www.visaogeografica.com







Crea tu propia Red Social de Noticias
O participa en las muchas ya creadas. ¡Es lo último, es útil y divertido! ¿A qué esperas?
es.corank.com