Inicio > Mis eListas > humboldt > Mensajes

 Índice de Mensajes 
 Mensajes 10708 al 10727 
AsuntoAutor
262/09 - GEÓGRAFOS Noticias
263/09 - El tranví Noticias
264/09 - La guerra Noticias
265/09 - El impact Noticias
266/09 - Cumpleaño Noticias
276/09 - Apuntes s Noticias
268/09 - ¿Qué simb Noticias
269/09 - Palestina Noticias
270/09 - PRESENTAC Alexande
=?utf-8?B?R3J1cG8g Jordi Mo
271/09 - La nueva Noticias
Seminario en UNL Lucas Ca
272/09 - NATO e G2 Noticias
273/09 - V Jornada Noticias
275/09 - Por los C Noticias
276/09 - LOS OJOS Noticias
274/09 - Mar del P Noticias
277/09 - NUEVAS AU Noticias
278/09 - Geógrafos Noticias
279/09 - Palestina Noticias
 << 20 ant. | 20 sig. >>
 
Noticias del Cehu
Página principal    Mensajes | Enviar Mensaje | Ficheros | Datos | Encuestas | Eventos | Mis Preferencias

Mostrando mensaje 10961     < Anterior | Siguiente >
Responder a este mensaje
Asunto:NoticiasdelCeHu =?utf-8?B?R3J1cG8gZGUgdHJhYmFsaG86IE1vdmltZW50b3MgQ2FtcG9uZXNlcyBlIElu?= =?utf-8?B?ZMOtZ2VuYXMgbmEgQW3DqXJpY2EgTGF0aW5hIChBTEFTX0J1ZW5vcyBBaXJl?= =?utf-8?B?cynigI8=?=
Fecha:Lunes, 6 de Abril, 2009  17:28:27 (-0700)
Autor:Jordi Montenegro <jordimon00 @.........br>
En respuesta a:Mensaje 10960 (escrito por Alexander von Humboldt)


Prezados colegas,

O XXVII Congresso Internacional da Associação Latinoamericana de Sociologia: América Latina questionada, será realizado em BUENOS AIRES entre o 31 de agosto e o 4 de setembro de 2009 e nele teremos o Grupo de trabalho: Movimentos Camponeses e Indígenas na América Latina.
A seguir, estou mandando o texto da convocatória do grupo. Peço atenção para as datas (que estão um pouco justas).
Porfavor, nos ajudem na divulgação.

Atenciosamente,

Jorge Montenegro (Dep. Geografia/UFPR)

 

XXVII CONGRESSO ALAS - BUENOS AIRES

www.alas.fsoc.uba.ar

Congresso Internacional da Associação Latinoamericana de Sociologia:

América Latina questionada

31 de agosto a 4 de setembro de 2009

 

 

 

CONVOCATÓRIA

Grupo de trabalho: Movimentos Camponeses e Indígenas na América Latina

 

Data limite para envio de resumos: 20 de abril de 2009

Data limite para envio de trabalhos completos: 4 de maio de 2009

 

Ao logo de todo o século XX a luta pela terra atravessou a história latino-americana, um século que nesses territórios começa com a luta zapatista que desemboca na Revolução Mexicana e que finaliza nesses mesmos lugares, embora com outros camponeses que recuperaram sua identidade indígena, no levantamento do segundo zapatismo de 1994. E precisamente desde lá, mais ou menos ao mesmo tempo, começava uma nova etapa dos conflitos pela terra e pelo território com diversos atores, formas de ação e organizações em toda América Latina. Esta nova etapa de resistência que tem muitos marcos importantes, como a luta equatoriana da CONAIE, a dos Sem Terra no Brasil, as resistências mancomunadas de camponeses e indígenas de Bolívia, a significativa luta na Argentina, compartilham o enfrentamento contra fortes atores da globalização, os mesmos que com a aquiescência e cumplicidade dos estados nacionais, disputam esses territórios: terra, água, morros, recursos do subsolo.

O significado dessas resistências é fundamentalmente social, político e cultural. Mostra que em nossos países existiram e existem outros modos de resolver a reprodução da vida material desde a sustentabilidade dos recursos. Como insiste Boaventura de Sousa Santos, 80% dos recursos naturais que a humanidade necessita para sobreviver está em territórios indígenas e camponeses e grande parte na Nossa América. Quando os países do Norte depredaram seus recursos vieram com o discurso do “desenvolvimento”, “progresso”, “geração de empregos” a saquear nossos recursos.

Esse tema coloca no centro da discussão “a tragédia do desenvolvimento” (Marshall Berman) e nos convida a pensar desde novas teorizações como as da colonialidade do poder e do saber (Aníbal Quijano). Nos convida a pensar o desenvolvimento a partir de uma ecologia de saberes que desloque o saber ocidental representado hoje pelo neoliberalismo como “único, central e verdadeiro”; escutar as experiências de povos ancestrais ou de aqueles com origem mestiço ou crioulo que viveram aos pés dos Andes por décadas e não desejam um entorno envenenado, uns morros saqueados e umas corporações que decidem o que tem que fazer com as vidas deles.

A conflitualidade pelos recursos naturais –terra, morros, águas, glaciais, etc.- se expandiu. Os atores em disputa são múltiplos: as Assembléias de auto-convocados nos municípios da cordilheira andina em favor do Não à Mineração; Movimentos Camponeses; Comunidades indígenas de todo o país se enfrentando às fortes corporações mineiras, aos grandes investimentos da soja, ao Estado que não preserva esses bens.

A proposta desta mesa é debater essas temáticas desde diferentes disciplinas ou inter-disciplinarmente. As experiências dos Movimentos Camponeses e Indígenas são fundamentais, no entanto, também aspectos tais como as instituições envolvidas, os aspectos jurídicos, os aspectos socioambientais, etc.

 

A recepção de resumos termina o dia 20 de abril de 2009 e deverão ser enviados ao e-mail resumenes.alasbuenosaires@gmail.com seguindo as especificações propostas na página: http://www.alas.fsoc.uba.ar/html/congreso/inscripciones/instructivo.html

 

Coordenadores: Norma Giarracca (Argentina), Gerardo Otero (México), Jorge Montenegro (Brasil), Pablo Barbetta (Argentina)

Contato: alas2009.gt27@gmail.com

 

Invitamos aos investigadores, docentes, estudantes e à comunidade acadêmica em geral a participar nas atividades do XXVII Congresso da Associação Latinoamericana de Sociologia. As condições e formas de participação se encontram na página web do congresso: www.alas.fsoc.uba.ar

 




Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes




Crea tu propia Red Social de Noticias
O participa en las muchas ya creadas. ¡Es lo último, es útil y divertido! ¿A qué esperas?
es.corank.com