Inicio > Mis eListas > encuentrohumboldt > Mensajes

 Índice de Mensajes 
 Mensajes 3470 al 3489 
AsuntoAutor
23/14 - LA COMUNID Encuentr
24/14 - “EXCURSION Encuentr
25/14 - Ordenamien Encuentr
26/14 - Nodos y fl Encuentr
27/14 - INVESTIGAÇ Encuentr
28/14 - CARACTERIZ Encuentr
29/14 - POLÍTICAS Encuentr
30/14 - La explota Encuentr
31/14 - LA UNIÓN D Encuentr
32/14 - BACIA DO R Encuentr
33/14 - 3RA. CIRCU Encuentr
34/14 - LOS ATLAS Encuentr
35/14 - O RESGATE Encuentr
36/14 - ¿MERCANTIL Encuentr
37/14 - LA PLURIAC Encuentr
38/14 - CARACTERIZ Encuentr
39/14 - HOTELERÍA Encuentr
40/14 - AN ACTOR N Encuentr
41/14 - FORMAÇÃO D Encuentr
42/14 - OPCIONES P Encuentr
 << 20 ant. | 20 sig. >>
 
ENCUENTRO HUMBOLDT
Página principal    Mensajes | Enviar Mensaje | Ficheros | Datos | Encuestas | Eventos | Mis Preferencias

Mostrando mensaje 3547     < Anterior | Siguiente >
Responder a este mensaje
Asunto:[encuentrohumboldt] 27/14 - INVESTIGAÇÃO DAS IDEOLOGIAS GEOGRÁFICAS NA FORMAÇÃO DO OESTE CATARINENSE, BRASIL
Fecha:Sabado, 12 de Julio, 2014  16:34:15 (-0300)
Autor:Encuentro Humboldt <encuentro @..............org>

INVESTIGAÇÃO DAS IDEOLOGIAS GEOGRÁFICAS NA FORMAÇÃO DO OESTE CATARINENSE, BRASIL

 

 

Cristina de Moraes

– doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Geografia

UNESP – Rio Claro (SP) – Brasil

 

 

Resumo: A pesquisa apresentada refere-se à trabalho de doutoramento, no qual a proposta é estudar como os valores sociais coletivos predominantes no contexto nacional, influenciaram na formação do Oeste catarinense, considerando sua relação com a formação territorial do Brasil no período de 1800 (a período de aplicação de políticas territoriais relacionadas ao domínio do território em áreas de fronteiras) até 1950 (momento em que as colônias de migração apresentam considerável êxito). É válido salientar que uma contextualização temporal deste período encontrará uma sociedade imersa nas permutas advindas da transição do sistema escravocrata ao capitalismo e transição do sistema político governamental, que paulatinamente afetava as relações econômicas, sociais, políticas e culturais configurando o território a partir da coadunação de propósitos hegemônicos.  Simultaneamente, uma pressão intelectual e política para construir a nação, impondo valores que inculcavam um futuro a ser construído, que define tanto o contexto a ser chegado, como os agentes (imigrante europeu e o fazendeiro de café, por exemplo), e caminhos aptos para isto, impondo valores de atraso e moderno à realidades distintas que configuravam o Brasil. Refere-se aqui aos valores construídos em relação às áreas interioranas brasileiras, compreendidas como sertões, cuja noção simbólica impossibilitava qualquer apreensão que não o tomasse como pejorativo, visão na qual a conquista pela modernidade destes espaços era uma necessidade extrema. Esta confluência de valores, de moderno e de atraso são elementos importantes para compreender as configurações territoriais do estado de Santa Catarina, sobretudo na região Oeste, evidenciando conflitos e estratégias políticas que adquiram endosso também em medidas políticas institucionalizadas (como leis de privatização de terras e colonização). Estes conjuntos de valores, por conseguir orientar configurações territoriais podem ser compreendidos como ideologias geográficas (MORAES, 1981). Para desenvolver a pesquisa adota-se como postura metodológica e de investigação a Geografia Histórica pois permite  um trabalho que considera os fatos na sua processualidade  -  a formação dos mesmos, evitando um empirismo historiográfico. Como procedimento metodológico é destacado a importância de consulta aos meios de comunicação que disseminaram valores e contribuíram para reforçar visões; documentos históricos que relatam as impressões ou orientam ações também constituem- se em materiais interessantes para a pesquisa. Paralelamente, a consulta a referencial teórico e temático corresponde a procedimentos importantes. O arcabouço teórico para compreensão da relação dar-se-á através das contribuições de proposições que abordam sobre a função das ideologias geográficas na apropriação espacial e formação territorial do Brasil (Moraes, 1981; 2002), sobre ideologia (Chauí, 2000; 2003), sobre a formação do Estado enquanto entidade política vinculada com a burguesia (Fernandes, 1981 e Escolar, 1996) e por fim, contribuições sobre a invenção de tradições no advento das nações e nacionalismos (Hobsbawn, 1980 e Hobsbawn; Ranger, 1997; ANDERSON, 2008).

 


 Esta ponencia será expuesta durante el XVI Encuentro Internacional Humboldt, a desarrollarse entre los días 06 y 10 de octubre próximos en San Carlos de Bariloche, provincia de Río Negro, Argentina.






DeepSkyColors en Facebook!
Imagenes de nuestro planeta y del Universo desde los ojos de un fotógrafo español Visita la página en Facebook y dale a ME GUSTA!