Inicio > Mis eListas > encuentrohumboldt > Mensajes

 Índice de Mensajes 
 Mensajes 3381 al 3400 
AsuntoAutor
17/13 - A educação Encuentr
18/13 - EL ORDENAM Encuentr
19/13 - Análisis d Encuentr
20/13 - A Geografi Encuentr
21/13 - Regras e e Encuentr
22/13 - ¿Existen v Encuentr
23/13 - O processo Encuentr
24/13 - ESTADO E C Encuentr
25/13 - A FUNCIONA Encuentr
26/13 - La cohesió Encuentr
27/13 - Requalific Encuentr
28/13 - CRISE GERA Encuentr
29/13 - A Geografi Encuentr
30/13 - Negras geo Encuentr
31/13 - A MOBILIDA Encuentr
32/13 - A sujeição Encuentr
33/13 - LA RELACIÓ Encuentr
34/13 - AS FERROVI Encuentr
35/13 - Infraestru Encuentr
36/13 - A influênc Encuentr
 << 20 ant. | 20 sig. >>
 
ENCUENTRO HUMBOLDT
Página principal    Mensajes | Enviar Mensaje | Ficheros | Datos | Encuestas | Eventos | Mis Preferencias

Mostrando mensaje 3473     < Anterior | Siguiente >
Responder a este mensaje
Asunto:[encuentrohumboldt] 36/13 - A influência das concepções teóricas eco lógicas na Geografia
Fecha:Lunes, 29 de Julio, 2013  23:41:37 (-0300)
Autor:Encuentro Humboldt <encuentro @..............org>

A influência das concepções teóricas ecológicas na Geografia

 

Sandro Francisco Detoni

Doutorando no Programa de Pós-graduação em Geografia Física

Universidade de São Paulo

São Paulo, São Paulo, Brasil

 

O objetivo deste estudo foi analisar a influência do arcabouço teórico ecológico no desenvolvimento da concepção metodológica da geografia física. Tal influência foi determinante para o aperfeiçoamento da análise holística da paisagem que, de certa forma, foi compreendido como uns dos principais pilares analíticos na geografia. Verificou-se que as propostas teóricas ecológicas e naturalistas se iniciaram, principalmente, no âmbito da geomorfologia. A geomorfologia se apresenta como uma das mais importantes subáreas da geografia, porém, tal ramo da ciência possui a sua estruturação teórica e metodológica própria. A filogênese geomorfológica possui linhas de análise que integram o relevo ao conjunto geográfico que compõe a paisagem. A ciência do relevo, como os demais campos científicos, apresenta um sistema conceitual próprio, composto de pressupostos teóricos e metodológicos que orientaram e orientam as principais interpretações na caracterização geomorfológica. Assim, é possível distinguir uma linha germânica e naturalista, na qual a gênese das formas morfológicas terrestres se atrela as perspectivas ecológicas, com ênfase aos condicionantes climáticos e biogeográficos. Os referenciais que se destacam como precursores dessa corrente advêm das propostas de classificação das formas de relevo de Ferdinand Freiherr von Richthofen, em 1886, procedido pelo trabalho de Albrecht Penck de 1894. Tal linha geomorfológica de forte influência empírico-naturalista, por meio das influências de Goethe e de Humboldt, traz para o contexto do relevo um viés integrador e geográfico, sobretudo, a partir do trabalho Walther Penck, filho de Albrecht, em que o autor propõe que as bases, a natureza e o objetivo da análise geomorfológica se encontram em três elementos: os processos exogenéticos, os processos endogenéticos e a combinação de ambos os elementos na definição das características morfológicas da Terra. Dessa forma, no desenvolvimento conceitual dessa linhagem teórico e metodológica, a cartografia passa a ter um importante papel na análise científica do relevo, em que a geomorfologia se apreende de um conteúdo prático.

O desenvolvimento conceitual na geomorfologia permitiu a sua aproximação, cada vez mais intensa, com bases teóricas ecológicas. Isso decorreu em uma ampla valorização do caráter dinâmico do relevo terrestre estreitando os estudos geomofológicos aos de paisagem, no qual o relevo se torna uma das componentes na delimitação e na classificação de paisagens. Dessa forma, paralelamente, ao desenvolvimento conceitual da geomorfologia, verifica-se a ampliação das metodologias para a caracterização de unidades homogêneas de paisagem, juntamente, como a lapidação do conceito de geossistema. Tal conceito procura inclui, na análise ecológica, as relações espaciais e amplia, além da perspectiva vertical da ecologia, para a sua dimensão horizontal analítica das relações.

 


 Esta ponencia será expuesta en el XV Encuentro Internacional Humboldt a desarrollarse entre los días 09 y 13 de setiembre próximos en la Ciudad de México, México.


 





DeepSkyColors en Facebook!
Imagenes de nuestro planeta y del Universo desde los ojos de un fotógrafo español Visita la página en Facebook y dale a ME GUSTA!